um pouco sobre Jazz

O que é o Jazz?

É um dos fenômenos culturais mais notáveis do último século. Não se trata apenas de um certo tipo de música, mas de uma realização extraordinária, um aspecto marcante da sociedade em que vivemos.

O mundo do Jazz não consiste apenas de sons produzidos por uma determinada combinação de instrumentos tocados de uma forma característica. Ele é formado também por seus músicos, de todas as cores, extratos sociais, nacionalidades, experiências.

Abrange os lugares onde é tocado, as estruturas industriais e técnicas, construídas a partir dos sons e associações que evoca.
Hoje é uma música “sofisticada” mas é interessante e surpreendente o fato de ter surgido nos longínquos e pobres saloons do vale do Mississipi.

Engloba as pessoas que o escutam, escrevem ou lêem a seu respeito.

Você, que está lendo esta página, eu que a escrevi, não somos os integrantes menos inusitados e surpreendentes deste mundo do jazz.

Afinal, qual é nosso interesse por alguma coisa que até pouco tempo atrás não passava de um dialeto local de negros e brancos pobres da região sul dos EUA?

Atualmente temos aquela larga fatia da música popular moderna, comercial e de entretenimento. Mas mesmo ela foi profundamente transformada e influenciada pelo jazz.

Na verdade não falo do jazz como um fenômeno em si mesmo, hobby e paixão de uma legião de entusiastas, mas sobre o jazz como parte da vida moderna:

Se ele é comovente é porque homens e mulheres são comoventes: você e eu.

Se é um pouco louco e descontrolado, é porque a sociedade em que vivemos também é assim.

E aqui faço uma pequena homenagem a este estilo que hoje abrange tanto novos ritmos como novos povos e novas experiências e não apenas o Jazz dos grandes nomes já estabelecidos.

Toda geração que no Brasil cresceu ouvindo e tocando, as orquestras maravilhosas que desapareceram por não serem mais “comerciais”;

aos maestros, orquestradores, copistas, todos os grandes músicos, a maior parte esquecida e alguns pouco lembrados;

e agora, uma nova geração de jovens, incluindo os não abandonados, estabelecidos ou não e certamente aqueles que não estão contentes com o atual estado das coisas.

começo a homenagem com o Eduardo Pecci Lambari (olha a estica!). Afinal, ainda está bem e vivo, graças a Deus!

lambari-gallery-1983

Eduardo Pecci Lambari - Gallery 1983

Ouça o Quarteto Lambari 1966

Clarinetc… quarteto de clarinetes

Ouça tudo que puder de Jazz

Leia “História Social do Jazz”  Eric J.Hobsbawm  – Ed. Paz e Terra

Visite o Blog “Sociedade Para Apreciação do Jazz”

Anúncios

2 comentários sobre “um pouco sobre Jazz

  1. Olá Norma, tudo bem?

    Aqui é a Julia, filha da Denise que tá sempre lá na feirinha. Você falou do seu blog sobre música e eu fiquei interessada, te procurei no google e achei! Adorei ler o que você escreveu sobre o jazz, porque eu adoro jazz e sempre fico me perguntando “o que é o jazz?”.

    um beijo,
    Julia

  2. Obrigada Julia. E se encontrar, leia o livro que lá recomendo: a história social do Jazz. É muito interessante, bem escrito e abrangente. Um beijão e logo vou postar outras coisas. Até

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s